Olá, amores! Tudo bem com vocês?

No post de hoje, trago uma excelente notícia – especialmente para quem é fã de suspenses psicológicos e de literatura brasileira: a Netflix, maior plataforma global de streaming da atualidade, anunciou que promoverá uma adaptação do livro Bom dia, Verônica, escrito por Raphael Montes Ilana Casoy.

Sou suspeita para falar, porque além de ser uma defensora da produção nacional, sou uma grande fã do Raphael! Ele é, para mim, um dos maiores escritores de thrillers no universo literário contemporâneo (vocês  certamente verão muuuitos posts sobre ele por aqui). Montes é reconhecido por produzir romances policiais e de suspense e por colecionar produções best-sellers como Dias PerfeitosJantar Secreto Suicidas.

Já Casoy é, além de escritora, criminóloga especializada em perfis psicológicos de criminosos, como os de serial killers. (o que quer dizer que, quando se trata de terror, ela tem lugar de fala, né?! haha). Em sua carreira, ela coleciona publicações de livros sobre crimes que ficaram famosos no Brasil, como A Prova é a Testemunha, relato inédito do Caso Nardoni, e O Quinto Mandamento – Caso de Polícia, sobre o assassinato do casal Richthofen.

Essa dupla incrível firmou uma parceria com a Netflix, que elegeu os também talentosos brasileiros Tainá Müllher, Camila Morgado e Eduardo Moscovis para compor o elenco da sua nova série, baseada no livro Bom dia, Verônica. Completam o elenco Elisa Volpatto, Silvio Guindane, César Melo, Adriano Garib e Antônio Grassi.

Foto: Suzanna Tierie/Netflix

O suspense conta a trajetória de Verônica Torres, vivida por Müller, uma escrivã de uma delegacia de Homicídios de São Paulo, onde vive uma rotina monótoma, burocrática e fiel ao sistema. Entretanto, ela tem sua vida inteira mudada ao presenciar o suicídio de uma mulher, que a motiva a buscar as reais causas dessamorte. Na mesma semana, Verônica recebe uma ligação de alguém desesperado, que clama pela própria vida.

Determinada, Verônica usa toda a sua habilidade investigativa e mergulha nos dois casos: a jovem suicida, enganada por um golpista; e Janete (Camila Morgado), que tem medo de ter sua vida ceifada por ser esposa do policial Brandão (Eduardo Moscovis), um homem dominador e sem escrúpulos.

A série já está sendo gravada no Rio de Janeiro e em São Paulo, e será lançada com exclusividade pela Netflix, em 2020. Já estou ansiosa, e vocês?!

Postado por

Gabrielle Polary